A importância de analisar uma interface para os utilizadores

Interação é o processo de comunicação entre utilizadores e sistemas interactivos. É como se fosse uma conversa em que um fala e o outro ouve, interpreta e executa uma acção. Para que os sistemas interactivos possam ser utilizados com sucesso é fundamental ter uma interface com qualidade. Daí surge a necessidade de se adoptar procedimentos metodológicos na construção de projectos para a Web.

Antes de lançar um software ou aplicação no mercado, é preciso certificar-se de que este se adequa aos seus potenciais utilizadores, testando as suas funcionalidades. O ideal é que as interfaces possam ser analisadas durante o processo de design, permitindo assim, identificar e ajustar os problemas de interação.

No desenvolvimento de interfaces é preciso considerar os elementos fundamentais da interacção homem-computador, nomeadamente o utilizador, a tarefa e o ambiente, a fim de adquirir altos níveis de qualidade de uso.

Usabilidade é a capacidade de um sistema ser utilizado com facilidade e eficiência pelo utilizador e está directamente ligada ao diálogo na interface. Para Bastien e Scarpin(1993) é a capacidade do software em permitir que o usuário alcance as suas metas de interação com o sistema.

Para que um sistema tenha boa usabilidade, deve atender a alguns requisitos: ser de fácil aprendizagem, ser eficaz na utilização, ser fácil de lembrar, ser flexível e oferecer segurança no uso.

Há muitos métodos para a avaliação da usabilidade de interfaces: a Análise da Tarefa, a Avaliação Cooperativa, as Abordagens Walkthrough, o Teste de Usabilidade e a Avaliação Heurística. Esta última destaca-se por ser de fácil aplicação e requerer poucos recursos, é a que vamos explorar no próximo artigo.

Bibliografia

BASTIEN, J. M. Christian, SCAPIN, Dominique L. Ergonomic criteria for the evaluation of humam-computer interfaces. Raport Technique, Rocquencourt: Institut National de Recherche en Informatique et en Automatique. n. 153, jun 1993.
ROCHA, Heloísa; BARANAUSKAS, Maria. Design e avaliação de interfaces humano-computador. São Paulo, IME-USP,2000 (Escola de Computação,2000).
SANTOS, Robson L. G. Ergonomização da interação homem-computador. Abordagem heurística para avaliação da usabilidade de interfaces. Rio de Janeiro: PUC Rio, 2000.(Dissertação de mestrado).
SANTOS, Robson L. G., MORAES, Anamaria de. Abordagem heurística para avaliação da usabilidade de interfaces de Web sites. Anais P&D Design 2000. FEEVALE, Novo Hamburgo, 2000.
SOUZA, Clarisse; LEITE, Jair; Prates, Raquel; Barbosa, Simone. Projeto de Interfaces de Usuário: Perspectivas Cognitivas e Semióticas. In: XIX Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Computação, 1999, Rio de Janeiro. Anais do XIX Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Computação.