Sanzza – Creative Agency

Personalização em Marketing Digital: porque cada cliente é especial

personalizacao-em-marketing-digital

Sabe aquele dia em que percebe que os seus clientes querem ser tratados como pessoas e não como consumidores? É o dia em que deve começar a fazer personalização em Marketing Digital!

Primeiro estranha-se. Depois entranha-se. Quem nunca recebeu um email oriundo de uma empresa que faz personalização em Marketing Digital a sugerir uma compra com base num desconto num produto que até costuma consumir? É verdade que a primeira mensagem personalizada causa sempre alguma desconfiança, mas não deixa de chamar a atenção. E com o passar do tempo leva o consumidor a acreditar que é valorizado pela empresa que a envia e isso, além de criar um maior e melhor envolvimento, confere notoriedade a uma marca e faz com que tenha mais hipóteses de ser a escolhida na hora da tomada de decisão de compra.

O que é personalização em Marketing Digital?

Personalização em Marketing Digital é uma estratégia que tem por objetivo atrair clientes através de mensagens adaptadas às suas necessidades, comportamentos e características particulares. 
O conceito de personalização foi introduzido em 1978 pelo criador do marketing direto, Lester Wuderman, que idealizou uma comunicação dirigida a cada indivíduo, através da recolha de dados pessoais dos consumidores. Na época era uma novidade, hoje é uma constante em todas as empresas que querem aumentar conversões e vendas!

Quais as vantagens da personalização em Marketing Digital?

Genericamente, as vantagens da personalização em Marketing Digital prendem-se com o facto de as mensagens exclusivas cativarem os utilizadores, que se sentem importantes e valorizados, e, ao mesmo tempo, agradarem às empresas que conseguem assim aumentar a visibilidade do negócio, as vendas e a lealdade dos clientes. Contudo – porque a maioria dos negócios com presença na Internet ainda não está a aproveitar esta estratégia – vamos listar de seguida as principais vantagens da personalização em Marketing Digital. Aquelas a que não pode continuar a fazer vista grossa!

Comunicação humanizada

A personalização permite uma comunicação mais humanizada e pessoal entre a sua empresa e os seus clientes. E desta forma é possível construir verdadeiras comunidades, porque os consumidores adoram marcas que os valorizam e levam as suas necessidades em consideração.

Melhores conteúdos

Para personalizar tem de conhecer o seu público-alvo melhor que ninguém e isso implica criar a sua persona ou cliente ideal, não é verdade? Ora, ao fazê-lo está a recolher mais e mais informação sobre as pessoas que supostamente estão interessadas no seu produto ou serviço, de modo a produzir conteúdos em conformidade com os seus desejos e necessidades. Conteúdos que serão cada vez melhores, independentemente do formato (emails, landing pages, redes sociais, sites, blogs, campanhas…), porque falam a linguagem dessas pessoas e fazem-nas sentir especiais. E ao recolher dados, ao segmentar e individualizar ações, está a dar uma experiência única e personalizada ao Dinis, ao Luís, à Sandra…

Relacionamentos duradouros

Vale sempre o esforço de mascarar uma tentativa de personalização com emails automatizados que usam o nome do cliente na linha do assunto, mas isso hoje em dia não chega para atrair a atenção do leitor da mensagem, quanto mais para criar um relacionamento duradouro! Para criar relacionamentos positivos com clientes e potenciais clientes, deve-se elaborar sistematicamente conteúdos personalizados: de ofertas e newsletters exclusivas a um pequeno presente pelo aniversário, porque não?

Aumento das conversões e vendas

Como é óbvio, pessoas que se sentem valorizadas por uma empresa ao longo da sua jornada de compra (desde que pesquisam por um produto ou serviço no Google até que efetivamente o compram) ficam mais propensas a comprar à empresa que oferece uma boa experiência de compra. Isto, significa que a personalização em Marketing Digital aumenta as conversões e, por consequência, as vendas!

Como fazer marketing personalizado?

Para fazer marketing personalizado é fundamental que tenha, antes de mais, uma coleção de informações sobre o seu público-alvo bem generosa, de modo a poder elaborar e publicar conteúdos e desenvolver ações de Marketing Digital eficazes, ao longo de cada etapa da jornada de compra: chamada da atenção, relacionamento, atendimento, negociação, venda e pós-venda. É com isto em mente que pode e deve seguir as etapas que se seguem para fazer um marketing personalizado com retorno à vista!

Conhecer bem o seu cliente

Antes de qualquer dica sobre como fazer marketing personalizado, voltamos a ressalvar que sem informações sobre os seus clientes, não consegue personalizar. E quanto mais e melhores informações conseguir recolher, mais e melhor marketing personalizado consegue fazer! No fundo, há que descobrir o que o seu cliente quer (como quer, onde quer e que preço está disposto a dar) para o atrair com soluções ajustadas às suas pretensões. Felizmente a Internet é uma mão-cheia de oportunidades no que toca à recolha de informação sobre consumidores: de likes e comentários em redes socais a visualizações de artigos de blog, passando por quantidade de emails abertos, downloads, entradas em sites, carrinhos de compras em lojas virtuais, campanhas, palavras-chave usadas em pesquisas no Google… e tanto mais! Por isso, é pegar nas ferramentas de análise ao seu dispor – a maioria, gratuita! – e recolher dados para identificar o seu cliente e perceber o seu comportamento. Só assim consegue criar mensagens personalizadas capazes de aumentar as vendas na empresa.

Elaborar conteúdos personalizados: ofertas exclusivas, newsletters individualizadas, recomendações e notificações

Ofertas exclusivas

Tendo na sua posse toda a informação sobre os clientes, possível de recolher através da análise dos seus interesses e hábitos de compra, é hora de pôr a sua equipa de marketing em ação. Onde? Na produção de conteúdos personalizados, como ofertas em jeito de programas de fidelidade, descontos em produtos, informações sobre promoções exclusivas, etc. Tendo informação sobre os produtos que os seus clientes compram, consegue enviar regularmente promoções e descontos individualizados, por exemplo. Lembre-se das grandes superfícies comerciais que costumam fazer o envio de email marketing com descontos especiais personalizados, baseados nos hábitos de compra de cada consumidor. Por outras palavras, a Ana Marta recebe uma newsletter com destaque para 5 produtos que costuma comprar: leite, maçã golden, bolachas de aveia, atum e gelado de chocolate, enquanto o Miguel recebe uma newsletter com outros produtos em desconto nessa semana (e que costuma comprar sempre que vai ao hipermercado): iogurtes naturais, arroz, cereais de pequeno-almoço, frango do campo e bananas da madeira. Fantástico, não é verdade?

Newsletters personalizadas

Mas as ofertas exclusivas não são a única forma de valorizar clientes, também as newsletters personalizadas conseguem excelentes resultados no que toca a conversões e vendas. Pode aproveitar os dados que tem sobre os interesses dos clientes, para enviar, por exemplo, newsletters só a falar dos produtos ou serviços sobre os quais manifestaram interesse. Imagine um e-commerce com produtos fitness a fazer o envio para o cliente X – que costuma comprar suplementos alimentares – de uma newsletter só com artigos sobre nutrição (suplementos em barra, pó, cápsula…) e outra para o cliente Y – que já comprou dois equipamentos de musculação – só com informação de interesse sobre musculação (bancos, cadeiras, halteres, acessórios…). Mais uma vez: fantástico! De facto, o envio da mesma newsletter para todos os clientes dão resultados, sim, mas ínfimos se comparados com o envio de uma newsletter para cada cliente, com base em filtros sobre o comportamento dos utilizadores.

Recomendações

Tendo dinheiro para investir também publicidade online através de ações de remarketing, aproveite-o! Exibir aqueles lembretes sobre os seus produtos e serviços em vários sites (afiliados do Google) a consumidores que estiveram a visioná-los, é uma excelente forma de recordar a sua existência. É verdade que para alguns clientes que abandonam um carrinho de compras porque perdem o interesse nesses artigos, voltar a vê-los constantemente nas suas navegações na web, é aborrecido, mas tem sempre a alternativa de fazer as suas recomendações de forma mais criativa: após uma compra, porque não enviar por email uma lista de sugestões complementares ao produto ou serviço adquirido? Seria fantástico!

Notificações

O produto que a D. Ester procurava já está disponível? O João não tem usado o seu serviço? O marketing personalizado também serve para este nobre fim de avisar os utilizadores através de SMS, email ou mensagens em redes sociais como WhatsApp, sobre o lançamento ou reposição de produtos e serviços e até recordá-los de uma compra que costumam efetuar, quando andam desaparecidos.  Mil vezes fantástico!

Esta estratégia merece o seu empenho porque dá excelentes resultados, mas personalizar em Marketing Digital exige conhecimentos mais profundos na matéria e por vezes, só uma empresa especializada como a Sanzza consegue recolher e analisar dados sobre os seus clientes para elaborar conteúdos personalizados e diferenciados que, em última instância, vão-lhe dar trazer muito dinheiro!

Receba dicas exclusivas, e-books de Marketing Digital e diversos documentos de apoio. Inscreva-se na nossa Lista VIP e fique a par de todas as novidades do mundo digital!