Tudo o que precisa de saber antes de criar um site para a sua empresa

o que precisa de saber antes de criar um site

A Internet é um local perfeito para divulgar produtos e serviços e fazer negócios, sim, mas para que o contacto com potenciais clientes se estabeleça — e o seu investimento tenha retorno — há que pensar e desenvolver um site de qualidade. Já não é uma opção, é uma obrigação! E já não se constrói num dia, cria-se de acordo com um projeto fundamentado, assente em critérios de design, facilidade de navegação, acessibilidade, identidade virtual, otimização SEO e produção de conteúdos… entre outros requisitos que atraem visitantes, aumentam conversões, geram mais clientes e fecham mais vendas!

Para passarmos às dicas sobre o que precisa saber antes de criar um site para a sua empresa ou reformular um site que já tem online, temos que o avisar desde já, que deve pôr a pressa de lado (porque ela é inimiga da perfeição) e concentrar-se num plano para a sua presença online, antes de adjudicar o trabalho a uma empresa de webdesign ou Marketing Digital. Compreendeu?

Tudo o que precisa saber antes de criar um site para a sua empresa

Existem algumas etapas que são fundamentais para o sucesso do seu site e devem ser pensadas antes de adjudicar o trabalho, pois só assim o website pode cumprir com o seu objetivo e garantir que o investimento na plataforma tem retorno.

1. Estratégia

Um site é mais do que uma página na Internet, é um conjunto de páginas, interligadas por links de uma forma lógica e com um design atrativo que têm por objetivo… Ora, é isso mesmo que nos tem de dizer antes de mais: qual é o objetivo ou estratégia do seu site? E para o fazer, há que responder primeiro a algumas questões que se impõem no início do seu plano para o novo site da empresa ou mesmo para reformular um site que já esteja online. São elas:

Qual o objetivo do site?

Divulgar a sua marca? Dar informações sobre os seus produtos ou serviços? Atrair leads? Vender online? Posicionar-se como referência no seu setor de atividade? Receber mais pedidos de informação? Orçamentos? Download de materiais? Escolher o objetivo certo para o seu site pode não ser uma tarefa fácil, mas é absolutamente necessária para indicar a direção a tomar.

Quem é o público-alvo do site?

Se ainda não determinou o público-alvo da sua empresa, sugerimos que o faça agora, é uma excelente forma de identificar o grupo ao qual deve dedicar o seu site (mas também as suas práticas, produtos, serviços e ações de comunicação e marketing). Esta segmentação será feita través da criação deste perfil de Persona ou cliente ideal: sexo, faixa etária, profissão, instrução, gostos, necessidades, tipos de consumos, etc. Não esqueça que quanto maior o número de informações reunidas sobre o seu público-alvo, maior é a hipótese de manter um relacionamento produtivo e lucrativo com os seus clientes.

O que pretende que os visitantes façam no site?

Se determinar o que pretende que os visitantes façam no seu site (preencher formulários, fazer compras, ler conteúdos de blog, visitar pelo menos três páginas diferentes, entrar em landing pages…) é mais fácil tornar essas funcionalidades fáceis de encontrar.

Que sites da concorrência lhe servem de referência?

Seguramente que por esta altura do campeonato já pesquisou a concorrência e até já fez uma análise SWOT para perceber quais os seus pontos fortes e fracos, correto? Pois bem, verifique qual a arquitetura, design, cores, padrões, conteúdos, tipos de letra, funcionalidades específicas, entre outros elementos, que lhe parecem funcionar melhor, para que as possa incluir também no seu próprio site.

Qual o diferencial da sua empresa?

Tudo o que torna a sua empresa diferente da concorrência é importante para atrair utilizadores na Internet, pois como hoje em dia os consumidores fazem as suas comparações online (preços, variedade, qualidade, quantidade, serviços pós-venda, métodos de pagamento, rapidez, etc.) convém que no seu site esteja em destaque aquilo que distingue o seu negócio dos demais.

 

2. Conceito

E agora que tem a estratégia delineada, pode passar ao conceito, ou seja, à criação da arquitetura do site. Como sabe, longe vai o tempo em que todos os sites eram semelhantes e quase não tinham funcionalidades, além da oferta de informação sobre a empresa, produtos/serviços e contactos. Hoje em dia, a qualidade e o conceito do seu site são fundamentais para atrair visitantes, pelo que antes de criar um site para a sua empresa, deve tomar nota destes conselhos:

Projeto de arquitetura

Tal como um edifício, um site exige um projeto de arquitetura para definir quantas páginas e subpáginas serão criadas e onde serão posicionadas, como funcionará o menu principal, quais as funcionalidades específicas e landing pages que vão ser implementadas, etc. Só depois da criação da arquitetura do site, se pode passar à etapa do webdesign, ou seja, ao momento de definir o visual do site.

Design simples

As elevadas taxas de rejeição dos sites devem-se, muitas vezes, a estéticas complicadas e visualmente poluídas que não atraem nem inspiram segurança e que prejudicam a experiência do utilizador. Opte por um visual simples (mas não simplista) que agrade aos utilizadores, daqueles que têm uma estética que além de deixar o site agradável, também o deixa fácil de navegar!

Boa experiência de utilização

E por falar em facilidade de navegação, não se esqueça que o seu site deve ser intuitivo para os visitantes, ou seja, ter a informação certa, no lugar certo, à distância de um clique.

Identidade digital

Ao contrário do que se possa pensar, a criação de uma identidade visual de um site não é uma tarefa que inclui apenas a escolha de cores e logotipos, imagens e um ou outro banner. Vai bem além disso! Inclui outros aspetos, como a usabilidade, peso dos arquivos, hierarquia das informações, conteúdo dos textos, etc. Tudo em prol de um mesmo objetivo: conceber um site harmonioso, com uma experiência de navegação agradável e intuitiva!

Estratégias SEO

Considere a utilização de técnicas avançadas de SEO (Search Engine Optimization) para otimizar o seu site para os motores de busca, como o Google.

Mobile friendly

É fundamental que o seu site seja responsivo ou mobile friendly porque a maioria dos utilizadores acede à Internet através de equipamentos com ecrãs mais pequenos, como smartphones ou tablets e não através de desktops. Isso significa que o seu site deve estar programado para se adaptar, funcionar e ter igual legibilidade, independentemente do tamanho do ecrã do utilizador. Além do mais, um site responsivo é indexado com mais facilidade nos mecanismos de busca do Google!

Antes de prosseguir com a leitura das dicas sobre o que precisa saber antes de criar um site, saiba que a Sanzza, através da sua equipa de programação, design e Marketing Digital, balanceia a informação visual com os conteúdos escritos, identifica e implementa as funcionalidades e tecnologias necessárias para que o seu público-alvo sinta vontade de entrar e explorar o seu site.

 

3. Conteúdo

A essência de um site, seja ele qual for, é a de fornecer conteúdo. Afinal, um utilizador à partida, entra num site para obter alguma informação e não para matar o tempo, não é verdade? Ora, é importante que esteja lá a missão da sua empresa, a morada, email e telefone, mas também é importante que esteja lá outro tipo de conteúdo: textos mais técnicos sobre produtos, artigos de blog relevantes, testemunhos, casos de sucesso entre outras informações próprias e exclusivas.

Além de atrair visitantes para o seu site com conteúdos de qualidade, é importante perceber que é através desses textos que os robots do Google podem (ou não) colocar a sua empresa nos primeiros lugares das pesquisas dos utilizadores quando eles digitam termos iguais ou relacionados com as suas palavras-chave.

A Sanzza ajuda-o a criar conteúdo relevante e a inserir técnicas de SEO para um bom rankeamento em pesquisas orgânicas e, consequentemente, um aumento de tráfego e permanência dos visitantes.

 

4. Domínio e alojamento

Antes de criar um site para a sua empresa tem que pensar em questões mais técnicas, como o domínio e o alojamento. Em relação ao primeiro, como sabe o seu site precisa ter um endereço na web tal como a sua empresa tem uma morada fiscal. O uso de um domínio próprio como “ositedaminhaempresa.pt” ou “omeusite.com” dá credibilidade a uma marca e a sua escolha é um processo que requer um cuidado especial porque irá representar o nome da sua marca online.

A Sanzza ajuda-o a registar um domínio que reflita a identidade da sua marca e a área de negócio!

Relativamente ao alojamento — local onde vão ser colocadas todas as informações do seu site — é importante que esteja acessível a todos os utilizadores da Internet, garanta a segurança de toda a informação e tenha capacidade de resposta para os momentos de maior congestionamento na web, carregando rapidamente.

A Agência Sanzza proporciona-lhe o melhor serviço de alojamento. Fale connosco e saiba que solução melhor se adequa à dimensão e tipologia do seu website.

 

5. Gestão

E por fim, a terminar a lista sobre tudo o que precisa saber antes de criar um site para a sua empresa (ou reformular um site), deve pensar como o vai gerir e atualizar no futuro. O ideal é escolher uma plataforma que ofereça condições para alterar ou acrescentar informações rapidamente e sozinho: retirar um produto de uma galeria de imagens, divulgar promoções, publicar um artigo de blog, acrescentar um testemunho, colocar uma notícia, etc.

Há vários fatores a ter em conta na hora de adjudicar o serviço de criação de sites a uma empresa de webdesign ou Marketing Digital: a capacidade para elaborar um site com qualidade técnica e estética, conteúdos relevantes, funcionalidades específicas e, claro, excelentes condições de relacionamento depois da publicação, ou seja, um backoffice simples para poder atualizar as suas informações sem ajuda, mas também uma equipa de suporte técnico que possa dar uma mãozinha, sempre que necessário. A Sanzza responde aos requisitos!